Biografia

Músicas que surgiram de situações reais ou de percepções lúdicas do cotidiano. Essa é a base do trabalho de Roberto Kuelho. Nascido em Feira de Santana, o cantor e compositor se inspira em conterrâneos 'arretados' como Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Daniela Mercury e Caetano Veloso.

Kuelho fala de sentimentos, mas com batidas alegres. Para ele, assim como vale misturar a sonoridade de um bumbo eletrônico com marchinha de Carnaval, vale colocar base de cavaquinho em um reggae love. 

Seus shows mesclam canções autorais com sucessos de nomes admirados por ele. Fazendo música desde os 14 anos, Kuelho 'botou fé' também em seu trabalho como cantor quando foi ganhador do festival de música FECOM 97 e gravou sua primeira canção.

No álbum "Sense Bulir", que divulga atualmente, ele explora novas possibilidades musicais e passeia por diversos ritmos.  O estilo adotado por Kuelho é o pop romântico com tempero baiano. Como seu primeiro CD, foi composto numa fase em que estava solteiro, a temática "amor e liberdade" perpassa várias músicas. E isso, Kuelho só notou depois do disco pronto. 

Antes de atuar na carreira solo, Kuelho cantava músicas de axé e pagode baiano na banda Xêro Mole. Lá gravou três CDs e viajou o Brasil animando palcos e trios. Ele é autor de hits da música baiana como A Tomada (É o Tchan) e Na Manteiga (Terrasamba), que na voz do cantor argentino King África se tornou "La Manteca". Se divirta e se apaixone com o som de Kuelho. 

Fotos

Confira alguns momentos por aí

Vídeos

Confira alguns momentos por aí



Composições

Confira músicas de Roberto Kuelho gravadas por outros artistas

Discografia

Sense Bulir

Sense Bulir é um CD que traz um pop baiano. Romantismo é a tônica do álbum que mescla world music com a magia da riqueza rítmica do Brasil.

Ouvir

Não Precisa Ser Amor

Foi o primeiro single do CD Sense Bulir, liberado nas plataformas digitais.

Ouvir

SENSE BULIR

X

Coletânea FECOM

Em 1997, Roberto Kuelho foi premiado festival de música FECOM e ficou entre os 12 artistas baianos que participaram da coletânea com a música "Máquina Cachorro, Povo Osso".

Ouvir
 

Contato

Vamos interagir!

Envie sua mensagem

-

facebook.com/robertokuelhoba

-

instagram.com/kuelho

-

kuelhor@gmail.com

-

+ 55 75 991754875

Roberto Kuelho - Todos os direitos resevados
Desenvolvido por Via X Internet